A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou hoje a Cabo Verde a criação de uma plataforma na internet para a vigilância epidemiológica, que permita a partilha de informações, monitorar as epidemias e melhorar as respostas nacionais. "Temos que colocar na agenda o desenvolvimento de uma plataforma web para o sistema de vigilância epidemiológica, que permita ter informações na hora, que possam ser monitoradas as epidemias, com informações provenientes de fontes confiáveis e então orientar melhor as respostas nacionais", disse hoje à agência Lusa o representante da OMS em Cabo Verde.

Continuar...

A Autoridade de Segurança Alimentar Cabo-Verdiana (ARFA) informou hoje que uma única empresa do país importou 28 toneladas de ovos contaminados da Bélgica, mas não constituíram perigo para a saúde pública, porque não houve uma exposição prolongada. A garantia foi dada à imprensa pela administradora da ARFA, Patrícia Miranda Alfama, um dia após a entidade ter emitido um comunicado, onde confirmou a importação de ovos provenientes da Bélgica.

Continuar...

A delegada de saúde da Praia, Ullardina Furtado, disse hoje que há uma tendência para a redução dos casos de paludismo, tendo neste sábado, 9, sido registado apenas três casos, depois do pico de mais 10 casos diários.

Essa tendência decrescente também foi assinalada pela Directora Nacional da Saúde, Maria da Luz Mendonça. Contudo, ambas consideram que os alertas devem continuar devendo a aposta continuar na prevenção da doença, através do combate aos mosquitos, já que o país está em plena época das chuvas, momento em que são registados maiores números de casos.

Continuar...

Cabo Verde faz parte da mais recente lista de países terceiros afetados pela crise dos ovos ou subprodutos contaminados oriundos da Bélgica.

A lista de países afetados pelo comércio ou distribuição de ovos contaminados com Fipronil - pesticida expressamente proibido em animais destinados ao consumo humano - inclui 25 Estados-membros da União Europeia (apenas Portugal, Croácia e Lituânia ficam fora), dois dos três países da Área Económica Europeia (Noruega e Liechtenstein) e 19 países terceiros, nomeadamente Cabo Verde.

Continuar...